Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

De volta!

Após um período de interregno em que andei a brincar ao Carnaval, cá estou eu de volta de novo. Tenho que vos confessar que fui passear até ao Carnaval de Veneza e também fui sambar até às terras de Vera Cruz para assistir aos desfiles no Sambódromo.

Diverti-me imenso e usei uma máscara linda de morrer. Eu, o meu N. e até o Pimentinha, claro está!

 

Lamento informar mas nada disto é verdade! :) Na realidade, fui raptada pelo meu príncipe encantado e pelo seu fiel escudeiro que me levaram para o nosso castelo altaneiro.

 

O N. teve a sorte de poder usufruir da segunda-feira e só hoje partiu. Acabaram por ser uns dias de descanso. Ele merece e eu também, embora o cansaço dele não tenha nada a ver com o meu, não é?

 

Notei que este ano o Carnaval aqui na minha zona esteve muito apagado. A não ser nos desfiles realizados pelas escolas, não vi crianças mascaradas a passear orgulhoamente os seus disfarces e nem gente bem disposta pelas ruas. Antes pelo contrário, apesar do sol maravilhoso, da excelente temperatura que convidava a dar um passeio pelas ruas e parques, não se via ninguém, as ruas andavam desertas. E nem vi os habituais disparates que me fazem detestar o Carnaval, que é o caso das farinhas, ovos e mais recentemente, os balões de água. Não vi em pessoas e nem no chão. Será isto o reflexo da crise que nos afecta? Ou será que as mentes sociais já tomaram consciência que estas brincadeiras não têm graça nenhuma?

 

Anyway, estes dias souberam-me a cerejas acabadinhas de nascer, vermelhas, aromáticas e doces! E por falar nisto, a minha horta na varanda tem habitantes novos”… depois mostro!

Mini férias!

Mini férias é como quem diz! Hoje começa o primeiro de um dos piores dias desta semana: numa escola ensaios com os miúdos, depois é sair a correr para chegar a tempo de ainda chegar a tempo da festa da outra escola. Tarefa nada difícil, é apenas atravessar Lisboa em hora de ponta de autocarro. Coisa pouca!

 

Vou chegar a casa às quinhentas mais morta que viva. O único consolo é que tenho o N. e o Pimentinha à minha espera lá em casa.

No dia seguinte, começa o segundo pior dia: festa de manhã do pré-escolar, festa depois de almoço almoço do 1º ciclo e festa ao jantar para os papás. Não sei como vou aguentar esta estopada, de manhã à noite, tendo em conta que hoje será um dia terrivel. Meus ricos pézinhos, é aquilo que posso dizer antecipadamente. Ah, não sei se repararam que o pior dia é no feriado...

 

Depois a coisa acalma, aparentemente. O fim de semana vai ser passado a fazer avaliações pois segunda e terça são dias de reuniões...

Resumindo: férias só porque não vou à escola. Grunf!

 

Ele chegou.

Pois é, diz o povo que o que é bom acaba depressa e é bem verdade. Depois de umas micro férias de quatro dias, uma pessoa fica mal habituada porque andamos sempre tão cansados e estes dias sabem a ginjas!

 

Estas duas semanas de final de ano lectivo vão ser de arrasar - mais ainda! - com festas finais para ultimar, testes para ver, avaliações para fazer e reuniões com fartura. Serão papéis e mais papéis e mais papéis.

 

Eu não queria, não me apetecia nada, mas o dia de regressoa ao trabalho chegou. E ainda por cima a começar na pinguinolândia. Nada aliciante. Humpf!

 

 

Boa semana de trabalho para vocês também! :)